Bicudos (1983)

Bicudos (1983)
Clique para ampliar
Preço: R$230,00
Disponibilidade: Em estoque
Modelo: xilogravura
Fabricante: Angela Leite
Classificação média: Sem classificação

Oryzoborus maximiliani

Xilogravura, 11 x 15cm (VxH)

Distribuiçao: Mato Grosso, Goiás, Bahia, Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Sao Paulo e Rio de Janeiro

Bicudo (Oryzoborus maximiliani)

Voando em grupos, este pequeno e notável cantor costumava avizinhar-se das casas dos homens. Este depressa resolveu aprisioná-lo ao pé de si. A tal ponto o costume se difundiu que, hoje, perto das casas, só há bicudos em gaiola.

Perseguidos pelos passarinheiros, desapareceram do litoral, mais povoado, e foram catar seus grãos, triturando-os sem esforço, com o bico forte e côncavo, próprio aos fringilídeos, interior adentro. Extensos canaviais inundaram o campo, roubando-lhes os grãos e trazendo-lhes nova leva de “apreciadores”.

Mais alta a cotação no mercado “canoro”, maior o recuo que ele é obrigado a fazer.

As mesmas levas invasoras dizimaram outros disputados cantores da família, restringindo-os a refúgios distantes, no Brasil central e na Amazônia. Se o canto os denuncia e os condena à prisão, Bicudos, Curiós e Azulões preferiram esconder-se para cantar em liberdade, atraindo e maravilhando apenas a companheira.

Escrever opinião
Seu nome:


Sua opinião: Nota: O HTML não está traduzido!

Classificação: Ruim            Bom

Código de verificação:

Não há imagens adicionais para este produto.